Novos recursos para grupos do Whatsapp protegem a privacidade dos usuários

Em alguns textos publicados por aqui falamos sobre as boas práticas no Whatsapp. Em um deles, especificamente, comentamos sobre os grupos desse aplicativo, ressaltando que os administradores devem pedir autorização para incluir um usuário no grupo antes de, efetivamente, inclui-lo.

E parece que essa questão realmente incomodava os usuários, afinal, quem gosta de ver o celular notificando mensagens de um grupo que, até então, você nem sabia que existia?

Novos recursos do Whatsapp

Mas, para evitar esse constrangimento, novos recursos foram inseridos no Whatsapp e, entre eles, justamente a impossibilidade de adicionar novamente alguém que já saiu do grupo antes.

O Whatsapp não deixou claro se essa proteção acontecerá imediatamente à saída do usuário ou se haverá um limite de ocorrências para que o bloqueio seja colocado em prática.

De qualquer forma, o fato de ele ter a liberdade de sair – sabendo que não poderá ser adicionado novamente – já causa um alívio e uma sensação de privacidade respeitada.

Agora, o próximo passo é aguardar por outro recurso tão importante quanto esse último anunciado: a possibilidade do usuário só ser adicionado a um grupo se der autorização para isso, o que faria com que, em hipótese alguma, administradores pudessem adicionar aos grupos números de telefones de maneira aleatória.

Mas sempre vale reforçar a dica que o Etiqueta Virtual já deixou aqui antes: independentemente dos recursos do Whatsapp, antes de adicionar usuários, tenha a certeza de que eles estão cientes e dispostos a participar do grupo.

Também é bom relembrar que essa dica não vale apenas para o Whatsapp, mas para qualquer rede social que permita adicionar usuários em grupos.

Assim, seguindo essa conduta, você respeitará o espaço dos usuários e terá a certeza de que os participantes dos seus grupos estão lá pelo melhor motivo possível: porque querem estar! 😉